[ editar artigo]

Seja a boa notícia que você quer ler

Boas notícias, boas histórias e inspiração.

2 artigos

Quando criei o Tudo Já Existe, no finzinho de 2017, tinha um objetivo: mostrar para o mundo que o que a gente precisa para fazê-lo melhor já existe, basta conectar. Entre palestras, entrevistas, postagens e conversas informais, sempre expliquei esse ponto de vista diante de olhares surpresos e reflexivos. "Como assim, Ana, tudo já existe? Quer dizer que a gente não pode criar nada? Nada novo? Não faz sentido!". Calma! Ninguém disse que não podemos criar algo. O que eu estou dizendo é exatamente o contrário: para criar algo novo, você já tem tudo o que precisa.

Lavoisier do século XXI. Um amigo brincou me chamando assim quando captou a minha mensagem. Estou longe de ser uma filósofa e mais longe ainda dos conhecimentos de química, mas insisto que podemos transformar tudo a nossa volta. Por menor que seja a ação, o que importa é o resultado dela. Por menor que seja o resultado, o que importa é a transformação que ele gera. E é curioso como as atitudes mais simples, mais "fáceis" e alcançáveis são aquelas que, em geral, chamam mais atenção.

Lembro sempre do case de 183 mil visualizações do Tudo Já Existe. O vídeo que mostra um cara desenhando uma trilha com giz na calçada na frente de casa, para que um garotinho que passava por lá diariamente de bicicleta pudesse incrementar a pedalada. Mais de 183 mil visualizações em poucos dias. Quase 400 comentários, a maioria marcando alguém para que a pessoa também pudesse ver a postagem. Mais de 4.500 compartilhamentos. Eu estou falando de uma conta do Instagram (e todas as suas encrencas com entregas e algoritmos) com pouco mais de 2.380 seguidores. Consegue entender o que esses números representam? Mas o que mais me chamou a atenção foi o motivo que levou o TJE a esses números: a atitude simples de um cara que desenhou a giz na calçada de casa. Poderia ter sido eu. Poderia ter sido você. Poderia ter sido o seu vizinho de porta. Algo tão singelo, conectando a simplicidade de coisas que já existem e gerando impacto a mais de 183 mil pessoas.

A vida real engaja mais. Cansamos do inatingível, da perfeição ensaiada e posada, da foto bonita que não diz nada. Mas vou além: precisamos nos cansar, também, de não protagonizar os conteúdos. Tirar a celulite com aplicativos de edição de fotos é tão fácil quanto carregar a sacolinha de mercado da senhora que caminha à sua frente. Fazer uma maquiagem digital para disfarçar manchas na pele é tão simples quanto escrever uma carta, à mão, para pessoas que estão sozinhas em hospitais. Não estou - nem quero estar - minimizando o valor do conteúdo produzido com foco exclusivo na beleza. Mas quero destacar que, cada vez mais, buscamos exemplos verdadeiros, que geram identificação. Mostrar a beleza do mundo pode começar por mostrar a beleza das nossas pequenas ações transformadoras - como pintar a calçada de giz. Sejamos as boas notícias que queremos ler.

YOUPIX HUB | Creators
Ana Flavia Silva
Ana Flavia Silva Seguir

Jornalista, criadora do Tudo Já Existe: um portal de boas notícias e histórias inspiradoras. Acredita que tudo o que é preciso para fazer o mundo melhor já existe: só é preciso conectar.

Ler conteúdo completo
Indicados para você